Carga Horária Total do Curso
  • 2800 horas, sendo 2880 aulas --> 2400 horas (atende CNCST) + (240 horas de Estágio Curricular + 160 horas do Trabalho de Graduação)
Duração da Hora/Aula
  • 50 minutos
Período Letivo
  • semestral, mínimo de 100 dias letivos (20 semanas)
Prazo de integralização
  • mínimo: 3 anos ( 6 semestres), máximo: 5 anos (10 semestres)
Regime de Matrícula
  • conjunto de disciplinas
Forma de Acesso
  • classificação em Processo Seletivo – Vestibular é realizado em uma única fase, com provas das disciplinas do núcleo comum do ensino médio ou equivalente, em forma de testes objetivos e uma redação.
Normas Legais

A Composição Curricular do Curso, está regulamentada na Resolução CNE/CP nº 03/2002, que institui as Diretrizes Curriculares Nacionais Gerais para a organização e o funcionamento dos cursos superiores de tecnologia.

A Carga Horária estabelecida para o Curso, na Portaria nº 10, de 28 de julho de 2006, que aprova, em extrato, o Catálogo Nacional dos Cursos Superiores de Tecnologia.

O Curso Superior de Tecnologia em Agronegócio, pelo Catálogo Nacional de Cursos Superiores de Tecnologia, pertence ao Eixo Tecnológico Recursos Naturais e propõe uma carga horária total de 2.400 horas. A carga horária de 2.880 horas/aula corresponde a um total de 2.400 horas de atividades, mais 240 horas de Estágio Curricular, mais 160h de Trabalho de Graduação, num total de 2.800 horas, contemplando assim o disposto na legislação.
Perfil Profissional

O TECNÓLOGO EM AGRONEGÓCIO é o profissional que viabiliza soluções tecnológicas competitivas para o desenvolvimento de negócios na agropecuária a partir do domínio dos processos de gestão e das cadeias produtivas do setor. Prospecção de novos mercados, análise de viabilidade econômica, identificação de alternativas de captação de recursos, beneficiamento, logística e comercialização são atividades gerenciadas por esse profissional. O profissional do agronegócio está atento às novas tecnologias do setor rural, à qualidade e produtividade do negócio, definindo investimentos, insumos e serviços, visando à otimização da produção e o uso racional dos recursos.

Áreas de atuação

Empresas e organizações do Agronegócio bem como instituições de ensino e pesquisa.

Competências

Capacidade para executar intervenção direta ou indireta nos processos do Agronegócio, assim como, controlar e avaliar as múltiplas variáveis encontradas neste segmento produtivo.
Aplicar tecnologias e conhecimentos sobre produção vegetal e animal; cadeias agroindustriais; planejamento estratégico; análise e controle de custos de produção; marketing; finanças; gestão da qualidade; políticas agrícolas nacionais e internacionais; organização empresarial; macro e microeconomia; planejamento e controle da produção; gestão de recursos humanos; empreendedorismo; legislação; análise de investimentos; logística; gestão ambiental; tecnologia da informação; administração de estoques; contabilidade; comércio internacional; procedimentos de exportação; políticas agrícolas e desenvolvimento de produtos.

Objetivos do curso

Formar profissionais com competências tanto em tecnologias de gestão, quanto de produtos e processos, visando o entendimento das principais questões relacionadas ao Agronegócio brasileiro e produzindo, como conseqüência, direta ou indireta, intervenção na multiplicidade de variáveis dos segmentos agroindustriais públicos ou privados. Além disso, por meio de permanente atualização e investigação tecnológica, pretende-se construir conhecimentos relevantes para a sociedade e igualmente contribuir com a discussão das políticas públicas e privadas relativas ao setor.

Ementas

Clique aqui para acessar as Ementas do Curso de Agronegócio.

Matrizes Curriculares do Curso de Agronegócios

Clique para verificar a Matriz Curricular das turmas iniciadas até 2009.

Clique para verificar a Matriz Curricular das turmas iniciadas a partir de 2010.